os trabalhos e os dias vivendo o sonho e a realidade ao mesmo tempo (1)

22Jul/06Off

[poema escrito numa cisterna em 1994]

porque vais fugindo na noite
como um ladrão?
Fugindo da montanha da lua
onde a tua sorte foi revelada
para a noite em que nada aquecerá o teu coração.

Escutaste no escuro as rumorosas vozes do futuro
e é um lugar onde já estiveste
a casa construída e abandonada
habitação de medo

Filed under: Poesia Comments Off
Comments (0) Trackbacks (0)

Sorry, the comment form is closed at this time.

No trackbacks yet.